Depoimentos

Eis alguns depoimentos recolhidos durante o processo das oficinas.

Aline Castro Lima


A música - A música é muito importante para mim, para minha mente, pro meu corpo e meu coração. Ela nos dá energia. Amanhecer ouvindo música nos faz sentir bem. A música está presente no rádio, no som da televisão, no nosso dia a dia, nas noites, nas baladas. A música me faz sentir leve, em paz com a vida. A música nos faz refletir sobre algo ou alguma coisa. A música sempre tem um algo a nos mostrar e muito a nos ensinar. Há músicas que falam de amor, de sentimento, de sofrimento, alegria, nos transmite paz. Outras músicas com que nos identificamos parecem que estão falando algo de nossas vidas. Alguma coisa que nos aconteceu. A música faz parte de nossas vidas, de nossa história.

Edson O. Machado


A música é muito importante na vida de cada pessoa em todo o mundo por vários motivos. Ela harmoniza o ambiente que vive. Podemos ouvir sons de pássaros sem nada ter estudado a respeito e cantar sem sair do tom. Serve para relaxar quando é uma música bem tranquila e para dançar e se agitar quando é badalada. Se não existisse a música, viveria num planeta de pura solidão, no qual não poderia me divertir. Muitas pessoas dizem que no princípio existia a música. A música para mim é de grande importância. Gosto de vários estilos musicais. O reggae, o rock, as músicas sertanejas, o rap, o funk entre outros estilos. Sou fã de Bob Marley, Nirvana, Pink Floyd, Elvis Presley, Celina Dion, Whitney Houston e outros mais. É bom gostar de música.

Mauro Sérgio Camilo


Buscar minha recuperação e reinserção na sociedade por meio da música. A minha caminhada é muito triste e dolorosa. Só a música e o Trem Tan Tan me motivam a continuar lutando contra os demônios do meu inconsciente que teimam em tomar o lugar do consciente. Afirmo com segurança que se não houvesse a música hoje em minha vida eu não sei o que seria da minha existência. Agradeço a oportunidade que o Babilak me proporcionou. Vou contar sempre com a música como meu passaporte para dias felizes e promissores.

Gilberto Rocha


Há cerca de 3 anos surgiu um pequeno grupo: o Trem Tan Tan. Formado pelos usuários dos centros de convivência dos bairros Venda Nova e Providência em Belo Horizonte (MG). Comandado pelo percussionista Babilak Bah, o nome do grupo se dá por conta de trem que transportava os loucos para Barbacena com o objetivo de resgatar os seus direitos e a sua liberdade. O Trem TanTan utiliza instrumentos reciclados como latas, alumínios, sucatas, etc. Os centros de convivência tratamos portadores de deficiência física, mental e os familiares com mais respeito, carinho e dignidade.

Alexander dos Santos Evangelho


Meu nome é Alexander dos Santos Evangelho. Sou da banda Trem Tan Tan, resultado de uma oficina coordenada por Ana Paula e o músico e percussionista Babilak Bah, que toca bonitos sambas. Conseguimos gravar um lindo CD com instrumentos inusitados, tipo extintor de incêndio, latas e outros. O mais importante para mim foi eu ter acabado com uma coisa que me incomodava muito que era uma forte depressão. Hoje sou muito feliz, recuperei minha cidadania e tenho muita vontade de viver. Não quero mais a morte porque a vida é bela.
Skip to content